Polícia busca grupo que atacou 50 jornalistas

Um tribunal de Caracas ordenou ontem a prisão de mais duas pessoas envolvidas no ataque a um grupo de jornalistas na quinta-feira, na capital. Os 50 jornalistas foram agredidos quando distribuíam panfletos contra a nova lei de educação e em defesa da liberdade de expressão nas ruas de Caracas. No sábado, a polícia já havia detido Gabriel Jesús Uzcátegui Beumont, membro do grupo chavista Fundação Simón Rodríguez. Outras nove pessoas são investigadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.