Polícia checa prende traficantes de material radioativo

A polícia checa prendeu dois eslovacos que tentavam vender três quilos de um material radioativo ainda não especificado por cerca de US$ 700 mil a agentes secretos da República Checa, informaram autoridades. Um especialista afirmou que testes iniciais revelaram que doisdos componentes do material poderiam ser usados numa bomba suja,tório e urânio.Os suspeitos foram presos na sexta-feira no Hotel Voronez, nacidade de Brno, 200 km a sudeste de Praga, afirmou a porta-vozpolicial Blanka Kosinova. Os homens foram detidos enquanto contavam o dinheiro recebido dos agentes secretos. A substância foi enviada para análises no Escritório Estatal de Segurança Nuclear, cujos especialistas confirmaram a descoberta inicial da polícia. Existe uma preocupação internacional com a possibilidade de terroristas montarem uma bomba com explosivos comuns que espalhariam material radioativo numa ampla área, a chamada bomba suja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.