Polícia chilena prende idosas por suposto envolvimento em narcotráfico

Mulheres de 80 e 72 anos viviam a poucos quarteirões de uma das maiores academias de polícia do país.

Gideon Long, BBC

31 de maio de 2009 | 09h00

A polícia do Chile prendeu duas mulheres idosas depois de encontrar 2 quilos de cocaína e cerca de US$ 65 mil dólares em dinheiro na sua casa, na região de Santiago.

Maria Valdebenito, de 80 anos, e Giselle Gilbert, de 72, foram acusadas de envolvimento no tráfico de drogas.

As autoridades suspeitam que as mulheres vinham coordenando uma operação de comércio de narcóticos na área há vários anos, apesar de sua casa ficar a poucos quarteirões da Escuela de Oficiales de Carabineros, uma das maiores academias de polícia do país.

Promotores chilenos dizem que Valdebenito recebia as drogas de seus contatos e as passava para Gilbert, que as vendia.

Valdebenito tinha problemas de mobilidade, e não saía da cama.

A Promotoria vai pedir a prisão preventiva das mulheres, mas como o seu estado de saúde é precário, elas podem ser encaminhadas para o Hospital Penitenciário ou permanecer em prisão domiciliar.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.