Polícia chinesa resgata 22 crianças sequestradas para serem vendidas

A polícia chinesa resgatou 22 crianças que foram sequestradas por uma quadrilha para serem vendidas, e prendeu 40 pessoas suspeitas de envolvimento no crime, informou a mídia estatal nesta quinta-feira.

REUTERS

12 de maio de 2011 | 15h34

Os criminosos capturaram as crianças em Yunnan, uma província empobrecida no sudoeste da China, e transferiram os menores ilegalmente para a província mais rica de Fujian, na região costeira, para serem vendidas, segundo a agência de notícias Xinhua.

Em uma operação conjunta na quarta-feira, uma equipe de mais de 200 policiais atacou locais nas duas províncias, prendendo membros da quadrilha e resgatando as crianças, segundo a reportagem, que cita um comunicado do Ministério de Segurança Pública.

A Xinhua acrescentou que nos últimos dois anos a polícia resgatou mais de 13 mil crianças sequestradas e 23 mil mulheres.

A preferência tradicional por filhos do sexo masculino, especialmente nas áreas rurais, e as rígidas políticas de controle de natalidade contribuíram para um aumento no tráfico de crianças e mulheres na China nos últimos anos.

(Reportagem de Ben Blanchard)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINACRIANCASSEQUESTRADAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.