Polícia colombiana detém 31 paramilitares

A Polícia Nacional da Colômbia informou nesta quinta-feira que capturou 31 integrantes da poderosa gangue Los Rastrojos, dedicada ao narcotráfico e a atividades paramilitares, entre os quais estão policiais e dois militares das Forças Armadas. A informação partiu do coronel Enrique Páez, comandante da polícia no departamento (estado) de Córdoba, no Caribe colombiano. Segundo ele, os dois policiais e dois militares estavam em serviço na ativa.

AE, Agência Estado

08 Setembro 2011 | 17h17

O grupo paramilitar e do narcotráfico atuava na região norte de Córdoba, a partir da capital Montería, "onde praticavam homicídios e extorsões", disse Páez. Os detidos são acusados de pelo menos 18 homicídios. "Entre os capturados estão vários chefes da gangue. Esses exigiam que seus subordinados matassem uma pessoa que tinham como objetivo. Se eles não matassem, eram mortos pelos chefes", disse Páez. Segundo ele, cerca de 870 pessoas pertencentes a gangues foram detidas em Córdoba nos últimos meses.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Colômbia violência paramilitares Córdoba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.