Polícia confisca reportagem sobre tortura no Egito

A Polícia egípcia confiscou o material com o qual uma jornalista da "Al-Jazira" preparava uma reportagem sobre a tortura nas delegacias do país, denunciou a rede de televisão em seus noticiários deste sábado.Agentes da Segurança do Estado interrogaram a jornalista HuweidaTaha e confiscaram o material que ela tinha filmado e editado sobreo tema.Na semana passada, a imprensa egípcia publicou várias denúncias relacionadas com a prática da tortura nas delegacias do Egito. Vários "blogueiros" do país mostraram em suas páginas duras imagens de abusos e agressões da Polícia.As coberturas da rede "Al-Jazira" sobre assuntos delicados, especialmente os relativos ao terrorismo, já levaram a várias detenções e confisco de materiais por parte da Polícia egípcia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.