Polícia contém protesto fora da convenção democrata

Pela primeira vez desde o início da convenção do Partido Democrata, as manifestações do lado de fora da grande festa do principal partido de oposição ao governo Bush exigiram intervenção policial. Manifestantes queimaram um cartaz de dupla face com a imagem do presidente Bush de um lado e do candidato democrata, John Kerry, do outro, e começaram um empurra-empurra com a polícia.Cerca de 400 manifestantes desfilaram pela cidade antes de chegar à área reservada para manifestações do lado de fora do FleetCenter, onde ocorre a convenção. A multidão apertou-se contra os policiais, que usaram cacetetes para conter os manifestantes. Outros gritavam com os policiais. Várias pessoas foram arrastadas para longe e algemadas.O superintendente de polícia Robert Dunford disse que dois homens foram presos, um porque portava uma garrafa com substância desconhecida e outro por agredir um policial. Autoridades cercaram rapidamente as ruas próximas ao FleetCenter.Um grupo intitulado Bl(A)ck Tea Society, que se descreve como um coletivo de ativistas anarquistas e antiautoridade, havia convocado um protesto de ?ação direta descentralizada? para esta quinta-feira. O grupo não defende a violência, mas encoraja manifestantes e irem às ruas, com ou sem autorização oficial. Membros da Bl(A)ck Tea se uniram a grupos contra a guerra numa passeata que logo se tornou a maior manifestação em Boston desde que ativistas contra a guerra e contra o aborto receberam os delegados democratas no domingo.

Agencia Estado,

29 de julho de 2004 | 19h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.