AFP PHOTO / STR
AFP PHOTO / STR

Polícia da China prende 13 pessoas por acidente em usina elétrica

Guindaste da torre desabou provocando o colapso da plataforma de uma construção; número de mortos subiu para 74

O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2016 | 09h52

PEQUIM - A polícia chinesa levou 13 pessoas sob custódia em razão do colapso de uma plataforma em construção em uma usina elétrica no leste do país, em um acidente que deixou 74 mortos e 2 feridos, relatou a mídia estatal nesta sexta-feira, 25.

Acidentes mortais são relativamente comuns em áreas industriais na China, onde três décadas de forte crescimento econômico foram marcadas por incidentes que variam de desastres em minas a incêndios em fábricas.

A agência de notícias estatal Xinhua relatou que, até o momento, 68 das 74 vítimas foram identificadas e tinham de 23 a 53 anos.

O acidente ocorreu na manhã de quinta-feira em Fengcheng, na Província de Jiangxi, durante trabalhos em uma torre de resfriamento para uma usina elétrica a carvão.

O jornal oficial China Daily relatou que o acidente ocorreu quando um guindaste da torre desabou, provocando o colapso da plataforma de construção inteira enquanto os funcionários do turno da noite saíam para a entrada dos da manhã.

"Iremos conduzir uma investigação séria sobre a causa do acidente e os responsáveis irão se explicar", disse o vice-governador de Jiangxi, Li Yihuang, segundo o jornal. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaAcidente de TrabalhoDesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.