AP Photo/Claude Paris
AP Photo/Claude Paris

Polícia da França identifica autor do massacre em Nice por meio de impressões digitais

Oficiais conseguiram verificar a identidade do assassino: Mohamed Lahouaiej Bouhlel, franco-tunisiano de 31 anos

O Estado de S.Paulo

15 Julho 2016 | 08h31

PARIS - A polícia da França identificou por meio de impressões digitais o autor do atentado ocorrido na noite de quinta-feira, em Nice, onde pelo menos 84 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas. Oficiais afirmam que o nome do suspeito é Mohamed Lahouaiej Bouhlel, franco-tunisiano de 31 anos. A identidade dele estava dentro do caminhão que atacou a multidão na noite de quinta-feira.

Uma equipe com investigadores e especialistas forenses entrou no apartamento de Bouhlel por volta das 9h30 locais (4h30 em Brasília) e retirou muitos sacos com evidências.

Segundo as autoridades da Tunísia, o suspeito morava na cidade de Msaken antes de deixar o país e não era conhecido como uma pessoa de opiniões radicais. As autoridades não confirmaram quando ele se mudou para a França, mas disseram que sua última visita à Tunísia foi há 4 anos.

Bouhlel não estava fichado pelos serviços secretos, mas sim por assuntos de violência menor como uma briga recente, afirmou o canal de televisão. Ele foi morto por policiais enquanto atropelava as pessoas que se encontravam no Passeio dos Ingleses, em comemoração ao Dia da Queda da Bastilha.

Fontes da investigação citadas pelo canal BFM TV confirmaram que o motorista do caminhão também disparou contra as pessoas com uma arma de pequeno calibre.

No interior do veículo, que havia sido alugado, encontraram, além da pistola, vários fuzis e uma granada, todos falsos. / EFE

Mais conteúdo sobre:
FrançaTerrorismoCaminhão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.