Piroschka van de Wouw/Reuters
Piroschka van de Wouw/Reuters

Policial mata seus dois filhos e se suicida na Holanda, diz polícia

Briga conjugal teria sido motivo de ataque a tiros em subúrbio de Dordrecht, uma das principais cidades da Holanda, segundo testemunhas

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2019 | 15h19
Atualizado 10 de setembro de 2019 | 11h24

 ROTERDÃ, HOLANDA - Um policial holandês matou seus dois filhos a tiros e em seguida se suicidou em sua casa na cidade de Dordrecht na noite (hora local) desta segunda-feira, 9, afirmou a polícia local. 

O oficial de 34 anos também atirou em sua mulher, de 28, e a feriu gravemente, disse a porta-voz da polícia Miriam Slot. As crianças tinham 8 e 12 anos, acrescentou ela.

Equipes de emergência e autoridades forenses foram à cena do crime, uma casa em Dordrecht, próxima do porto de Roterdã. O prefeito da cidade, Wouter Kolff, disse no Twitter que pretendia visitar o local do incidente, que classificou como “muito sério”./ REUTERS e AP

Tudo o que sabemos sobre:
ataque a tirosHolanda [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.