Wilbert Bijzitter / ANP / AFP
Wilbert Bijzitter / ANP / AFP

Polícia da Holanda prende pai que manteve família trancada em porão por anos

Filho mais velho conseguiu escapar da fazenda e pedir ajuda em uma cafeteria; caso pode estar ligado a uma seita apocalíptica

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2019 | 19h06

AMSTERDÃ - A polícia da Holanda anunciou nesta quinta-feira, 17, a prisão do pai que manteve sua família isolada num porão por nove anos à espera do fim do mundo

O caso, que pode estar ligado a uma seita apocalíptica, foi descoberto na noite da última terça-feira quando a polícia entrou na fazenda em Ruinerwold, nos arredores de Drenthe, e encontrou o pai, de 67 anos, e cinco filhos, entre 18 e 25 anos, trancados em uma pequena sala.  

Um homem austríaco, que não faz parte da família e pagou pelo aluguel da fazenda, já foi interrogado e teve a sua prisão prolongada por mais duas semanas. 

"Estamos enfrentando uma situação excepcional neste caso. Essas pessoas vivem juntas em casa desde 2010, isoladas da sociedade", afirmou a polícia.

A história veio à tona quando o filho mais velho escapou da fazenda e entrou em uma cafeteria a vários quilômetros do pequeno povoado onde tinha passado quase uma década. Ao pedir ajuda ao dono do estabelecimento, explicou que a sua família vivia "em condições muito ruins" e queria alertar às autoridades.

"Ele tinha o cabelo muito comprido, a barba suja, a roupa muito velha. Estava muito confuso. Decidi chamar a polícia para que viesse investigar o que estava acontecendo", contou Chris Westerbeek, o dono da cafeteria, à televisão local RTV Drenthe.

“Estamos investigando se certas crenças levaram a essa situação”, acrescentou o comunicado da polícia.

De acordo com a emissora de TV, todos os protagonistas deste caso seriam seguidores da controversa Igreja da Unificação da Coréia do Sul, fundada por Sun Myung Moon

Família sobreviveu a base de horta e leite de cabra

Os filhos têm todos mais de 18 anos, mas a família não teve nenhum contato com o exterior durante nove anos e alguns não sabiam que existiam mais pessoas vivendo neste planeta, segundo a emissora de TV. Os integrantes da família teriam sobrevivido graças aos alimentos que obtinham de uma horta e uma cabra.

Ainda não se sabe o paradeiro da mãe. Segundo os vizinhos, ela teria chegado há nove anos com o pai dos adolescentes, quando ambos alugaram a fazenda. A propriedade foi toda cercada desde então e todas as janelas foram cobertas. 

Vizinhos relatam mistério e portas trancadas

Nos arredores da fazenda, moradores especulavam como alguém pode ter vivido no vilarejo por tantos anos, numa comunidade tão pequena, sem ser notado. 

"É possível. É um lugar muito remoto, no meio do matagal", disse a moradora Roelie van Dijk. "Isso pode acontecer em qualquer lugar, até na cidade grande."

Van Dijk contou que ela e o marido viam um homem entrar e sair da propriedade de carro por anos e fazer obras no local. Quando ela e o marido perguntaram se poderiam ver como a reforma estava ficando, o homem gritou "não" e entrou acelerando no local.

"Tentamos fazer contatos com ele na semana passada, mas ele apenas entrou na fazenda e trancou a porta", contou. / AFP, EFE e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Holanda [Europa]seitareligião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.