Polícia da Itália apreende 1 tonelada de cocaína proveniente do Brasil

Droga foi encontrada em navio aportado no sul italiano; é a maior apreensão da droga em 15 anos

estadão.com.br

15 de novembro de 2010 | 11h08

ROMA - As autoridades italianas apreenderam nesta segunda-feira, 15, uma tonelada de cocaína proveniente do Brasil no porto de Gioia Tauro, na região da Calábria, no sul da Itália, de acordo com informações da agência de notícias AFP. A droga, informou a polícia, vale cerca de US$ 370 milhões e estava dentro de um contêiner do navio.

 

"É a maior apreensão de cocaína realizado nos últimos 15 anos na Itália", afirmou a polícia em comunicado. Os agentes estimam que a droga seria destinada ao mercado italiano e ao centro e ao norte da Europa. "As suspeitas foram levantadas devido aos documentos falsos apresentados pelos brasileiros que viajavam no barco", disse o comandante Salvatore Cagnazzo, encarregado da investigação.

 

A cocaína foi descoberta pela polícia graça aos scanners usados na operação. O Gioia Tauro é o maior porto comercial do Mediterrâneo e está localizado na região sul do país, onde opera a temida máfia calabresa da N'drangheta, considerada uma das mais poderosas e perigosas organizações criminosas da Itália, com vínculos ao narcotráfico.

 

O consumo de cocaína aumentou na União Europeia nos últimos anos. A Itália, junto da Espanha e do Reino Unido, figura entre os países onde é registrado o maior índice de consumo da droga, segundo um relatório apresentado na semana passada pela Agência Europeia de Drogas, que cita números de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
cocaínanarcotráficoItáliadrogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.