NYT
NYT

Polícia da Noruega recupera portão de campo de concentração nazista

Artefato tinha sido roubado de Dachau em 2014; autoridades alemãs colaboraram com a investigação

O Estado de S.Paulo

02 Dezembro 2016 | 20h29

OSLO - Um portão de ferro com o slogan nazista "O trabalho liberta" roubado do campo de concentração de Dachau foi encontrado nesta sexta-feira, 2, em Bergen, na Noruega. Um dos símbolos mais fotografados do nazismo, ele foi roubado em novembro de 2014, em um ato atribuído pela polícia alemã a uma quadrilha criminosa. 

A polícia norueguesa encontrou o portão após uma denúncia anônima. Não foram dados mais detalhes sobre a descoberta do portão. A polícia da Bavária, que investiga o roubo há dois anos, disse estar colaborando com os colegas noruegueses. 

"Sabemos que é um monumento importante para a Alemanha", disse a porta-voz da polícia norueguesa Margrethe Myrmehl Gudbrandsen.

O portão foi construído pelos prisioneiros do campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. AO longo de 12 anos, o campo de Dachau abrigou 200 mil prisioneiros. Ao menos 41,5 mil foram mortas. 

"Foi uma violação de um sítio histórico importante", disse Jean-Michel Thomas, presidente do comitê Internacional de Dachau. / NYT 

Mais conteúdo sobre:
OSLOBergenNoruegaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.