Polícia da ONU detém 56 jovens no Timor Leste

A Polícia da ONU (UNPOL) deteve 56 jovens após os violentos incidentes entre grupos rivais em Díli, que deixaram 18 feridos, além de incendiar 13 imóveis e vários veículos,informou nesta quinta-feira o órgão internacional.O superintendente-chefe de UNPOL em Díli, o português Leitão da Silva, disse que as detenções aconteceram na quarta-feira, numa operação com a ajuda das forças de paz da Austrália, Portugal, e Nova Zelândia.Silva afirmou que três vítimas foram levadas ao Hospital Nacional de Díli, feridas a bala. Outras sofreram cortes de machados.Nos incidentes, que começaram na noite de terça-feira e seestenderam até quarta-feira, cerca de 200 jovens, todos alunos de academias rivais de artes marciais, se enfrentaram nas ruas, incendiando casas, carros e motocicletas.A UNPOL ainda não determinou se os confrontos têm um componente político e estão relacionados à onda de violência que em maio de 2006 levou ao país à beira da guerra civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.