Polícia da Tunísia reprime protesto contra o governo

Gabinete do premiê, aliado de presidente deposto, é novamente alvo de manifestações

Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 10h03

TÚNIS - A polícia da Tunísia utilizou gás lacrimogêneo hoje para dispersar um protesto contra o novo governo interino. Os manifestantes pedem a saída dos membros do governo que faziam parte do regime anterior, do presidente deposto Zine El Abidine Ben Ali.

 

Veja também:

linkTunísia emite ordem de prisão internacional contra Ben Ali

 

Os confrontos ocorreram em frente ao escritório do primeiro-ministro, que fazia parte do governo de Ben Ali. Alguns manifestantes jogaram pedras nos policiais.

 

A agência estatal TAP afirmou que funcionários preparavam um anúncio com mudanças no governo interino, o que deve ocorrer mais tarde nesta quarta-feira. O premiê interino deve substituir cinco ministros que pediram demissão.

 

A agência TAP afirma que haverá outras mudanças, mas não está claro se elas podem satisfazer a multidão que protesta diariamente em Túnis. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.