Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Polícia de Dubai realiza sua maior operação contra prostituição

A polícia deDubai prendeu 170 supostas prostitutas do leste da Ásia namaior operação contra o comércio sexual já realizada nesseemirado do golfo Pérsico, informaram jornais na quarta-feira. Os policiais também detiveram 12 supostos cafetões, além de65 pessoas que buscavam pagar por serviços sexuais, quandoinvadiram 22 bordéis em uma operação sincronizada ocorrida nosábado, afirmou o chefe de polícia Dahi Khalfan bin Tamim,segundo o Gulf News. Bin Tamim disse que a medida foi adotada depois de osEmirados Árabes Unidos --uma federação de sete membros queinclui o exportador de petróleo Abu Dhabi e Dubai, um centroturístico e comercial-- terem aprovado uma lei de combate aotráfico de seres humanos. "Começamos a monitorar essas redes e vários casos foramdenunciados à promotoria pública. Mas esse é o maior atéagora", disse, conclamando as mulheres "ludibriadas paratrabalharem em tais redes" que contatassem a polícia. Os Emirados Árabes Unidos aprovaram uma lei em novembrofazendo do tráfico de seres humanos um crime punível com aprisão perpétua. E criaram um grande órgão encarregado dereprimir essa prática. Trabalhadores estrangeiros e expatriados respondem porquase 80 por cento da população de 4 milhões de pessoas dopaís. Os EUA criticaram quatro de seus aliados no golfo Pérsico,entre os quais os Emirados Árabes Unidos, acusando-os de nãocombaterem adequadamente o tráfico de seres humanos.

REUTERS

05 de dezembro de 2007 | 12h30

Tudo o que sabemos sobre:
DUBAIPROSTITUICAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.