Polícia de Hong Kong apreende 560 quilos de cocaína

A polícia de Hong Kong fez a maior apreensão de cocaína da história do porto asiático, ao confiscar 560 quilos da droga em uma operação na qual foram presas oito pessoas, incluídos cinco mexicanos, informaram nesta segunda-feira as autoridades. Os agentes do escritório antinarcóticos receberam uma denúncia anônima e realizam buscas em um bar na periferia e em mais três pontos da cidade desde a sexta-feira.

AE, Agência Estado

19 Setembro 2011 | 14h41

A polícia de Hong Kong informou que entre os detidos estão cinco homens e três mulheres. Além dos cinco mexicanos, foram detidos uma colombiana e um norte-americano. A droga descoberta e apreendida foi avaliada em 600 milhões de dólares de Hong Kong (US$ 77 milhões). Os detidos foram acusados de tráfico de drogas e ficarão presos pelo menos até 15 de novembro, quando ocorrerá uma audiência, informou a emissora local RTHK. Em Hong Kong, o tráfico de drogas comporta uma sentença máxima de prisão perpétua e uma multa de US$ 644 mil. A apreensão supera a realizada no ano passado, quando as autoridades apreenderam 372 quilos de cocaína.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Hong Kong cocaína narcotráfico polícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.