Polícia de Hong Kong prende 19 pessoas por confrontos em protesto pró-democracia

A polícia de Hong Kong informou nesta terça-feira ter prendido 19 pessoas durante uma repressão a ativistas pró-democracia originada pela decisão da China de não permitir que o centro financeiro da Ásia escolhesse seu próximo líder.

REUTERS

02 de setembro de 2014 | 09h10

As 19 pessoas, com idade entre 20 e 45 anos, foram presas na segunda-feira por reunião ilegal, tentar forçar o caminho em uma rua, avançar contra uma linha de policiais e mover barreiras de contenção, afirmou uma porta-voz da polícia.

A imprensa local relatou que outras três pessoas foram detidas em suas casas. Não há relatos de feridos nos confrontos.

A polícia utilizou spray de pimenta para dispersar ativistas após uma onda de protestos em Hong Kong contra a decisão da China.

O governo chinês disse que permitirá eleições, mas apenas com candidatos pré-selecionados.

(Reportagem de Tyrone Siu e Clare Baldwin)

Mais conteúdo sobre:
CHINAHONGKONGPRISOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.