Polícia de Londres acusa homem por morte de franceses

A polícia de Londres acusou Nigel Edward Farmer, um desempregado de 33 anos, pelas mortes dos estudantes franceses Gabriel Ferez e Laurent Bonomo, em 29 de junho. Farmer também foi acusado por incêndio criminoso e obstrução da justiça.Os corpos queimados das vítimas foram descobertos em um apartamento pelos bombeiros. Bonomo havia sido esfaqueado quase 200 vezes, e Ferez, 50. A violência dos ataques fez com que parte da imprensa chamassem o caso de "assassinatos Tarantino", em referência aos filmes do cineasta norte-americano Quentin Tarantino.Os franceses, ambos com 23 anos, estudavam bioengenharia e participavam de um projeto de pesquisa em DNA no prestigioso Imperial College, em Londres. Dezenove jovens foram mortos de forma violenta neste ano em Londres e 27 durante o ano de 2007. A maioria dessas vítimas morreu esfaqueada. A polícia diz que essa modalidade criminosa preocupa atualmente mais que o terrorismo na capital britânica.Farmer se entregou à polícia anteontem e recebeu tratamento por causa de queimaduras em um hospital antes de ser interrogado. Ele deve se apresentar a uma corte britânica na quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.