Polícia de Macau descobre tráfico de mulheres vietnamitas

A polícia de Macau descobriu uma rede de tráfico de mulheres vietnamitas que eram forçadas a se prostituir em Macau, Hong Kong e no continente chinês, anunciou neste domingo um porta-voz policial.Atuando com base em informações fornecidas por uma das vítimas da rede, a polícia deteve, neste sábado, uma mulher, também vietnamita, suspeita de ser a responsável pelo controle das jovens, que eram obrigadas a se prostituir em hotéis, saunas e casas de massagem em Macau.A rede atuava também em Hong Kong e na adjacente zona econômica especial de Shenzhen, adiantou o porta-voz. De acordo com a mesma fonte, a rede de traficantes de mulheres convencia jovens no Vietnã a pagar cerca de US$ 5 mil em troca de vistos de trabalho em Cingapura, mas, em vez da cidade-Estado, as jovens eram transportadas para Macau, Hong Kong e Shenzhen.A polícia da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) tomou conhecimento do caso quando uma das jovens, de cerca de 20 anos, ao ver-se forçada a prostituir-se em Macau, telefonou para um tio no Vietnã, que foi até Macau e avisou as autoridades.O porta-voz policial informou que ainda não se sabe o número de mulheres que teriam sido vítimas da rede, mas adiantou que as autoridades do continente chinês, Hong Kong e do Vietnã foram já informadas sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.