Polícia de Moscou detém líder mafioso de 75 anos

A polícia de Moscou anunciou ontem a morte de um dos chefes da máfia russa. Aslan Usoyan, conhecido no submundo como "Vovô Khassan", tinha 75 anos e representava uma casta de criminosos criada ainda na época das prisões da antiga União Soviética. Com tatuagens elaboradas e seguidor regras não escritas elaboradas nas gulags stalinistas, o mafioso foi romantizado em diversas canções populares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.