Polícia de Moscou pede às escolas listas de alunos georgianos

A polícia de Moscou pediu às escolas da cidade que forneçam listas contendo nomes de alunos cujos sobrenomes sejam de origem georgiana. A medida tem como objetivo encontrar imigrantes ilegais, alegou um funcionário da prefeitura moscovita nesta sexta-feira.Entretanto, um alto oficial da polícia de Moscou negou a acusação, feita por Alexander Gavrilov, porta-voz da Secretaria de Educação de Moscou. Segundo ele, diversas escolas foram notificadas.Autoridades russas deportaram quase 140 georgianos que haviam sido detidos na condição de imigrantes ilegais, informou a agência de notícias Itar-Tass.Desde a semana passada, quando o governo georgiano capturou quatro adidos militares russos sob acusação de espionagem, Moscou e Tbilisi atravessam a pior crise bilateral desde a dissolução da União Soviética, no início da década de 1990.Apesar de a Geórgia ter libertado os quatro adidos, o governo russo vem mantendo as retaliações prometidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.