Polícia de Moscou reprime protesto contra estação de TV

A polícia deteve dezenas de pessoas que protestavam do lado de fora da emissora de televisão NTV, leal ao Kremlin, em Moscou, depois de ela transmitir um documentário que retratou a oposição russa como agentes pagos pelos Estados Unidos.

AE, Agência Estado

18 de março de 2012 | 12h36

Entre os detidos estava Sergei Udaltsov, um líder oposicionista que já havia sido detido duas vezes este mês em protestos após a vitória do primeiro-ministro Vladimir Putin nas últimas eleições presidenciais.

No protesto deste domingo, centenas de manifestantes entoavam expressões como "Que vergonha NTV" e "Rússia sem Putin".

O programa da NTV, "Anatomia de um Protesto", transmitido na quinta-feira, desencadeou dezenas de milhares de mensagens de protesto na rede de microblogs Twitter e em páginas de redes sociais na internet.

Depois de chegar ao poder em 2000, Putin orquestrou a aquisição da rede privada NTV pela gigante do setor de gás controlada pelo Estado Gazprom. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaprotestoTVPutin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.