Polícia desativa carta-bomba dirigida à Iberia em Roma

A polícia italiana desativou uma carta-bomba enviada à sede romana da companhia aérea Iberia, no elegante bairro de Parioli. Os investigadores vinculam o episódio ao que ocorreu ontem no escritório do jornal El País, em Barcelona. A carta-bomba, que vinha de Milão e foi enviada à sede da Iberia na rua Bertoloni, zona residencial de Roma, despertou as suspeitas do encarregado da distribuição das correspondências. Ele chamou os técnicos da polícia, que desativaram o explosivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.