Polícia desativa carta-bomba em Belfast

Uma carta-bomba endereçada à principal autoridade britânica na Irlanda do Norte foi desativada após ter sido detectada dentro do Castelo Stormont, informou o governo em Belfast.

AE, Agência Estado

29 de outubro de 2013 | 18h53

A secretária britânica para a Irlanda do Norte, Theresa Villiers, estava em Londres a trabalho quando sua equipe de segurança identificou a carta suspeita hoje.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade, mas a política e políticos irlandeses culparam militantes do Exército Republicano Irlandês (IRA, na sigla em inglês), que estiveram por trás de uma série de ataques semelhantes.

A polícia retirou dezenas de pessoas do castelo, inclusive o líder protestante da unidade do governo da Irlanda do Norte.

Na semana passada, funcionários do Correio Real detectaram outras duas cartas-bomba endereçadas às autoridades policiais seniores em Belfast e Londonderry.

Na segunda-feira, um complexo comercial em Londonderry que abriga o escritório do procurador do Estado Britânico foi esvaziado quando outra carta-bomba foi encontrada. Nada foi detonado. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irlanda do Nortecarta-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.