Polícia detém 1.135 em operação contra drogas na Tailândia

O Governo da Tailândia concedeu um mês de prazo à Polícia para acabar com os grupos de narcotraficantes que atuam no país

Efe

24 de dezembro de 2010 | 03h18

A Polícia tailandesa deteve 1.135 pessoas e apreendeu uma grande quantidade de armas e drogas em Bangcoc e áreas limítrofes no primeiro dia da nova operação de combate ao narcotráfico na Tailândia, informou nesta sexta-feira a imprensa nacional.

 

Ao todo, 696 pessoas foram detidas na capital do país e outras 439 na província de Pathum Thani em várias ações organizadas na quinta-feira, 23.

 

O Governo da Tailândia concedeu um mês de prazo à Polícia, iniciado na quinta-feira, para acabar com os grupos de narcotraficantes que atuam no país.

A campanha contra o narcotráfico foi instaurada na Tailândia em 2003 pelo então primeiro-ministro, Thaksin Shinawatra.

 

Uma comissão especial determinou em 2007, ano seguinte à derrubada de Shinawatra em um golpe militar, que mais da metade das vítimas daquela primeira campanha era inocente e não tinha qualquer relação com o tráfico de drogas.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândianarcotráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.