Polícia detém 6 por abuso sexual em escola na Itália

A polícia italiana deteve seis pessoas, incluindo três professoras, sob a acusação de terem drogado e abusado sexualmente de um grupo de crianças de entre 5 e 10 anos durante o horário escolar em Rignano Flaminio, perto de Roma.Segundo fontes policiais, a investigação levou à detenção de três professoras do colégio freqüentado pelas crianças, do marido de uma delas, de um chefe de disciplina da escola e do funcionário de um posto de gasolina.A polícia informou que durante o horário escolar, os acusados levavam um grupo de 15 crianças em um microônibus a um local de propriedade de uma das professoras, onde gravavam os abusos sexuais e às vezes drogavam os menores.A investigação começou em 2006, após denúncias de alguns pais que notaram que seus filhos chegavam em casa confusos ou com pequenas lesões nos órgãos genitais.

Agencia Estado,

24 de abril de 2007 | 09h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.