Polícia detém suspeito de ataque contra escola na Itália

A polícia deteve um italiano de 68 anos suspeito de realizar o ataque a bomba, no último dia 19, contra uma escola profissionalizante no sul da Itália. O atentado matou uma adolescente e feriu os colegas dela, de acordo com promotores.

AE/DOW JONES, Agência Estado

07 de junho de 2012 | 13h47

Segundo o jornal The Wall Street Journal, promotores que investigam o ataque na cidade de Brindisi afirmaram nesta quinta-feira que o homem - que eles disseram que possui um depósito de combustível e conhecimentos técnicos em eletrônica - confessou após ser questionado pela polícia.

O homem, que ainda não foi acusado, é mantido em uma prisão local sob suspeita de realizar um ataque terrorista, afirmaram promotores. Não estava claro se o suspeito havia contratado um advogado. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Itáliaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.