Polícia detém suspeitos ligados à atentado de Boston

Três pessoas estão sendo mantidas sob custódia por envolvimento no atentando à Maratona de Boston, no último dia 15, informou a polícia norte-americana nesta manhã, pela rede social de microblogs Twitter. O porta-voz Cheryl Fiandaca confirmou a informação publicada na internet, mas acrescentou que o FBI deve detalhamento o assunto nesta quarta-feira à tarde.

Agência Estado

01 de maio de 2013 | 14h24

Um funcionário dos Estados Unidos familiarizado com o assunto afirmou à agência de notícias Dow Jones que as três pessoas não são acusadas de participação no atentado a bomba, mas que as autoridades acreditam que eles ajudaram os suspeitos após o fato.

Nas últimas duas semanas, o FBI investigou muitos companheiros de Dzhokhar Tsarnaev, 19 anos, e Tamerlan Tsarnaev, 26, acusados de serem os responsáveis pelo bombardeio que matou três pessoas e feriu outras 260. Dzhokhar Tsarnaev está se recuperando em um centro médico na prisão após ter se machucado durante uma tentativa de fuga no dia 19 de abril. Seu irmão Tamerlan morreu depois de um tiroteio com a polícia.

Parentes de Tamerlan reivindicarão seus restos mortais agora que sua esposa Katherine Russell concordou em liberá-los. Amato DeLuca, advogado da viúva, afirmou em um comunicado na terça-feira (30) que sua cliente havia acabado de descobrir que o médico legista estava pronto para liberar o corpo de Tsarnaev e que ela quer deixá-lo com a família Tsarnaev.

Ontem, o presidente Barack Obama também disse, durante entrevista coletiva, que os EUA "fizeram o que deveria ter sido feito", ao responder um comentário sobre a possibilidade de o país ter interrompido o ataque. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bostonatentadosuspeitos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.