Polícia dispersa manifestantes em encontro do G20

Tropas de choque usaram gás lacrimogêneo em protesto em Pittsburgh.

BBC Brasil, BBC

24 de setembro de 2009 | 19h18

Tropas de choque usaram gás lacrimogêneo nesta quinta-feira para dispersar centenas de manifestantes reunidos em Pittsburgh, nos Estados Unidos, onde estão chefes de Estado do G20 - grupo das 20 economias mais desenvolvidas do mundo, do qual o Brasil faz parte.

Segundo o jornal local Pittsburgh Post-Gazette, cerca de 500 manifestantes participaram de uma passeata em direção ao local em que os líderes mundiais se reunirão nesta sexta-feira.

De acordo com autoridades locais, os policiais foram enviados para dispersar os manifestantes porque o protesto não havia sido autorizado.

Muitos manifestantes carregavam cartazes pedindo que os países do G20 parem de socorrer bancos e multinacionais.

O encontro em Pittsburgh deverá discutir uma nova regulamentação internacional do setor financeiro, além de uma estratégia de saída para reduzir os programas de socorro ao mercado adotados a partir de setembro de 2008, quando a crise econômica mundial se acentuou.

As autoridades reforçaram a presença de policiais para garantir a segurança do encontro, e novos protestos são esperados.

A última cúpula do G20, realizada em Londres em abril, foi marcada por confrontos entre a polícia e manifestantes. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
economiag20euapittsburghcrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.