Stefan Wermuth/Reuters
Stefan Wermuth/Reuters

Polícia diz que enfermeira de Kate foi encontrada enforcada

Segundo detetives, Jacintha Saldanha deixou três bilhetes; caso é tratado como possível suicídio

AE, Agência Estado

13 de dezembro de 2012 | 10h44

LONDRES - A enfermeira que caiu no trote dos apresentadores de rádio australianos, que divulgaram o estado de saúde de Kate Middleton, aparentemente se matou, três dias após o episódio. A legista do caso disse nesta quinta-feira, 13, que Jacintha Saldanha foi encontrada pendurada pelo pescoço e detetives afirmaram que ela deixou três bilhetes.

A legista Lynda Martindill revelou que a enfermeira foi encontrada morta por uma colega e por um integrante da segurança do hospital King Edward VII na sexta-feira. Ela se enforcou com o próprio cachecol, preso a um armário.

O chefe dos inspetores de polícia, James Harman, disse que Saldanha, de 46 anos, também tinha ferimentos nos pulsos. Ele revelou que dois bilhetes foram encontrados no local e outro entre os pertences da enfermeira. Segundo Harman, as circunstâncias da morte não são suspeitas, o que significa que não houve outra pessoa envolvida.

Harman afirmou que, além de examinar os bilhetes e verificar e-mails e ligações telefônicas, a polícia está interrogando os amigos da enfermeira, seus familiares e colegas para concluir o que levou à sua morte. O caso é tratado como um possível suicídio.

Saldanha foi a pessoa que atendeu ao telefonema feito na semana passada por dois radialistas australianos pedindo informações sobre a duquesa de Cambridge, internada por causa dos enjoos da gravidez. Os apresentadores disseram ser a rainha Elizabeth e o príncipe Charles e Saldanha transferiu a ligação para a enfermeira que estava cuidando da duquesa e que revelou detalhes sobre seu estado de saúde.

Com informações da AP

Mais conteúdo sobre:
Kate MiddletonJacintha Saldanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.