Polícia diz que pacote em Washington não era bomba

Um pacote suspeito atrapalhou os usuários do metrô de Washington, nos Estados Unidos, que se dirigiam ao Capitólio hoje. A polícia chegou a bloquear a saída da estação Capitol South, mas, posteriormente, as autoridades informaram que o pacote não era uma ameaça.

AE, Agência Estado

10 de janeiro de 2011 | 14h45

A porta-voz da polícia do Capitólio, sargento Kimberly Schneider, disse que o pacote foi considerado suspeito após ser detectado por um cão farejador. Segundo ela, investigadores escanearam o pacote com raio X e foi confirmado que não se tratava de uma bomba.

Ainda não se sabe se medidas adicionais de precaução haviam sido tomadas em razão do ataque ocorrido no sábado no Arizona, onde um jovem matou seis pessoas e deixou outras 14 feridas, dentre elas a deputada democrata Gabrielle Giffords. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Washingtonterrorismopacoteliberação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.