Polícia do México prende suposto novo líder de cartel

Autoridades mexicanas prenderam um suposto traficante conhecido como "O Tigre", que enviaria meia tonelada de drogas para os Estados Unidos por mês e que poderia ser o homem que iria substituir o chefe morto do cartel de Sinaloa. A polícia Federal do México informou que Margarito Soto Reyes, de 44 anos, foi detido junto com oito cúmplices perto da cidade de Guadalajara, mas não especificou quando e em que circunstâncias a captura aconteceu.

AE-AP, Agência Estado

25 de setembro de 2010 | 20h35

Segundo a polícia, Soto Reyes supostamente negociava drogas sintéticas em rotas estabelecidas pelo ex-líder do Sinaloa, Ignácio "Nacho" Coronel, que foi morto em uma troca de tiros com soldados em julho. "Relatórios da inteligência indicam que em meio à reorganização do cartel de Sinaloa depois da morte de Ignácio Coronel (...) ''O Tigre'' conseguiu usar a chamada rota do Pacífico Sul", que provavelmente era operada por Coronel, afirmou a polícia em um comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicotráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.