Polícia do Texas busca atirador que matou um e feriu dois em escola

Escola na cidade de Alpine foi isolada e pode haver um segundo suspeito em fuga

O Estado de S. Paulo

08 de setembro de 2016 | 12h42

WASHINGTON  - A polícia da cidade texana de Alpine, no oeste do Estado, informou nesta quinta-feira, 8, que uma escola da cidade foi atacada por um atirador. O suspeito ainda não foi preso e a instituição de ensino foi fechada. Ao menos uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas. 

A aluna baleada está viva, disse o xerife do condado de Brewster, Ronny Dodson, segundo a ABC News. Dodson disse que um policial que respondia ao chamado no local foi baleado, no que aparenta ter sido um acidente.

O escritório do Xerife da região disse à Reuters que houve um "incidente com atirador ativo" na Alpine High School, mas se negou a dar mais detalhes. Alpine, que tem população de cerca de 6 mil pessoas, fica próximo a fronteira com o México.

A escola, de cerca de 280 alunos, foi esvaziada e outras escolas próximas também foram fechadas, relatou a KWES TV. Alunos da escola disseram que ouviram cerca de dois ou três disparos, relatou a KWES.

O incidente é o mais recente em uma série de ataques a tiros em escolas norte-americanas, com alguns tirando vidas de dezenas de jovens.  / REUTERS, AP e EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
WASHINGTONEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.