Polícia dos EUA divulga identidade de atirador

A polícia norte-americana identificou como Robert Reza, de 37 anos, o atirador que matou duas pessoas a tiros, feriu outras quatro e se matou em seguida em Albuquerque, no Estado do Novo México. A polícia qualificou o caso como de violência doméstica contra a namorada do agressor, um ex-empregado de uma fábrica de fibras ópticas na cidade. As autoridades policiais chegaram a dizer a repórteres que haviam morrido seis pessoas no incidente, mas o número de mortos foi revisto para três.

AE-AP, Agência Estado

13 de julho de 2010 | 09h17

O ex-funcionário estava furioso com a namorada após eles terem uma briga pela custódia de seus filhos e por isso, segundo a polícia, ele disparou contra ela fora da fábrica. Posteriormente, Reza forçou sua entrada na empresa e matou os outros dois empregados, para finalmente se suicidar. A namorada se encontrava em estado grave até a noite de ontem.

O chefe de polícia Ray Schultz afirmou que os investigadores recuperaram somente uma pistola, mas o agressor aparentemente disparou entre 20 e 25 vezes, além de ter recarregado a arma uma vez. "Ele agiu sozinho", disse Schultz. A mulher trabalhava na empresa e havia dito a seus colegas que iria informar a polícia sobre seu caso de violência doméstica. Os filhos do casal estão sob custódia de uma agência governamental, afirmou Schultz.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAataquetirosempresapolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.