Polícia e manifestantes entram em choque em Barcelona

A polícia disparou balas de borracha e utilizou cassetetes para dispersar manifestantes antiglobalização que atiravam pedras e latas de lixo e se manifestaram pelas ruas do centro de Barcelona enquanto líderes de 28 nações européias reuniam-se nesta sexta-feira em local fortemente guardado nos arredores de Barcelona.A polícia informou que 24 pessoas foram detidas em confrontos ocorridos durante o dia por desordem pública e resistência às autoridades, inclusive seis nacionalistas bascos que viraram um carro.Nenhum ferimento grave foi registrado. A polícia confirmou que um fotógrafo do jornal La Vanguardia, de Barcelona, foi atropelado por uma viatura quando ele passou na frente, mas ele não ficou ferido. Os manifestantes acusaram as autoridades locais de provocar a violência."O que vemos aqui é um estado de sítio. Isto é claramente uma provocação da polícia", disse um porta-voz do comitê organizador da Campanha Contra uma Europa de Capitalismo e Guerra. Ele identificou-se como Arnau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.