Polícia e manifestantes entram em choque na Zâmbia

A polícia lançou bombas de gás lacrimogêneo nesta terça-feira para dispersar manifestantes oposicionistas que protestavam contra os planos de se declarar o vencedor das conturbadas eleições na Zâmbia. Eles acusam o partido governista de fraudar o pleito. Milhares de partidários da oposição foram às ruas da capital Lusaka gritando "queremos mudanças". Enquanto isso, a fúria dos manifestantes aumentou depois de projeções mostrarem uma vitória por estreita margem do candidato governista Levy Mwanawasa sobre o oposicionista Anderson Mazoka.

Agencia Estado,

01 Janeiro 2002 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.