Polícia e manifestantes entram em confronto pelo segundo dia em Port Said

A polícia egípcia entrou em confronto com manifestantes ontem pelo segundo dia consecutivo em Port Said. Violentos protestos têm ocorrido na cidade à beira do Canal de Suez desde janeiro, quando foram detidas dezenas de pessoas acusadas de envolvimento nas 70 mortes ocorridas durante uma partida de futebol, em fevereiro de 2012. No domingo, três policiais e três civis morreram em razão de ferimentos sofridos durante uma manifestação contra as prisões. Ontem, centenas de manifestantes reuniram-se diante de um prédio governamental e atearam fogo a dois carros de polícia (foto). O posto policial nas imediações do protesto também foi incendiado. As autoridades usaram gás lacrimogêneo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.