Polícia egípcia intercepta carregamento ilegal de viagra

A Polícia do aeroporto do Cairo desmantelou a maior operação de tráfico ilegal de viagra no Egito ao interceptar uma muamba com 1.300 quilogramas deste remédio, informa a imprensa local. Segundo o jornal egípcio Al-Masri Al Yaum, a mercadoria apreendida pelas forças de segurança da alfândega estava oculta em 17 contêineres provenientes de Dubai. As embalagens levavam rótulos de uma famosa empresa de cerâmica egípcia, Cleópatra, pertencente ao empresário Muhamad Abu Al Ainein, parlamentar do governante Partido Nacional Democrático. O consumo de viagra, um remédio para tratar a disfunção erétil, cresceu nos últimos anos no Egito, assim como o uso de outros pseudofármacos que prometem a recuperação da potência sexual.

Agencia Estado,

12 Março 2006 | 07h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.