Polícia egípcia não quer ser usada para opressão

Centenas de policiais de baixa patente do Egito fazem protesto exigindo que não sejam utilizados como ferramenta de opressão política nos tumultos que ocorrem no país. Dezenas de agentes se reuniram nesta terça-feira em frente às sedes locais de administração em, pelo menos, 10 províncias do Egito. Alguns deles carregavam cartazes, com frases como "Nós somos inocentes pelo sangue dos mártires".

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2013 | 12h29

Embora pequenos, os protestos marcaram um raro exemplo de dissidência pela força policial egípcia. Os comícios refletem temores, por muitos policiais, de uma reação pública após semanas de repressão violenta aos protestos contra o governo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.