Polícia encontra 30 corpos com sinais de tortura em Bagdá

A polícia iraquiana achou nas últimas 24 horas os corpos de 30 pessoas com sinais de tortura e marcas de bala na cabeça em diversas partes de Bagdá, segundo fontes policiais.As fontes informaram que as vítimas apareceram amarradas e com os olhos vendados. Os corpos foram levados ao necrotério para identificação.O Ministério da Saúde anunciou que o número de cadáveres achados na capital nos últimos sete dias chega a 158.A violência sectária, que já causou a morte de milhares de pessoas no Iraque, começou em 22 de fevereiro de 2007, após um atentado a um templo xiita na cidade de Samarra, no norte do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.