Ben Stansall / AFP
Ben Stansall / AFP

Polícia encontra 39 corpos em caminhão no Reino Unido

Motorista de 25 anos foi detido acusado de assassinato; autoridades tentam identificar as vítimas

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2019 | 06h17
Atualizado 23 de outubro de 2019 | 12h01

LONDRES - A polícia do Reino Unido informou nesta quarta-feira, 23, que encontrou 39 corpos em um caminhão em Essex, no leste de Londres. O motorista, de 25 anos e procedente da Irlanda do Norte, foi detido por acusação de assassinato.

De acordo com os primeiros elementos da investigação, o caminhão saiu da Bulgária e entrou no Reino Unido no dia 19 de outubro por Holyhead, um porto na costa oeste do país que faz conexão por balsa com a vizinha Irlanda.

As autoridades não divulgaram até o momento informações sobre a origem das vítimas e não confirmaram se são imigrantes, mas informaram que se trata de 38 adultos e 1 adolescente. 

O serviço de emergência médica encontrou as vítimas sem vida dentro do caminhão em uma zona industrial de Grays, em Essex, e alertou a polícia durante a madrugada.

Em uma entrevista no local da tragédia, isolado por um perímetro de segurança, a subcomandante de polícia Pippa Mills não soube explicar por que os serviços de emergência chegaram antes.

"Este é um incidente trágico no qual um grande número de pessoas perdeu a vida. Nossas investigações vão determinar o que aconteceu", explicou o superintendente da Polícia, Andrew Mariner. "Estamos no processo de identificação das vítimas e já adianto que este pode ser um longo processo."

"Estamos trabalhando com a prefeitura de Thurrock para evitar qualquer impacto local que o nosso cenário de investigação possa ter", ressaltou Mariner.

Reações

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que ficou "horrorizado" com o caso. "Meus pensamentos estão com aqueles que perderam suas vidas e em seus entes queridos", escreveu ele no Twitter. "O Ministério do Interior trabalhará em estreita colaboração com a polícia de Essex para estabelecermos exatamente o que aconteceu."

A secretária de Interior, Priti Patel, afirmou na mesma rede social: "Comovida e triste com este trágico incidente em Grays. A polícia de Essex prendeu um indivíduo e devemos dar espaço para que ela conduza as investigações."

Rota migratória

Nos últimos anos, muitos imigrantes tentaram entrar no Reino Unido escondidos em caminhões ou em embarcações que atravessam o Canal da Mancha.

Diante do reforço das operações de controle da polícia na costa do estreito que separa o Reino Unido do continente europeu, a Irlanda se tornou o país de trânsito nas rotas dos traficantes de pessoas por sua fronteira aberta com o país.

Caso na Áustria

Em agosto de 2015, a polícia da Áustria encontrou 71 corpos em um caminhão frigorífico abandonado no acostamento de uma rodovia. As vítimas eram refugiados oriundos da Hungria. 

A principal suspeita era que traficantes estivessem tentando transportar os estrangeiros para dentro da União Europeia, mas abandonaram o veículo nas proximidades de Viena. / AFP e AP

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unido [Europa]homicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.