Polícia encontra 55 corpos com sinais de tortura em Bagdá

A Polícia iraquiana encontrou nas últimas 24 horas, em Bagdá, os corpos de 55 pessoas com sinais de tortura e impactos de bala, informaram fontes policiais. Pelo menos 50 desses corpos foram achados na região sunita de Al Karj, no oeste de Bagdá, e o restante em áreas xiitas. Os corpos de milhares de pessoas foram achados em similares condições em diferentes áreas do Iraque, especialmente em Bagdá, desde que em fevereiro foi atacado um mausoléu da majoritária comunidade xiita em Samarra, ao norte da capital.No sábado passado, a Polícia anunciou que encontrou, também na capital, aproximadamente 50 corpos. Vários líderes sunitas responsabilizaram milicianos xiitas pelo seqüestro e assassinato de membros de sua comunidade, enquanto os dirigentes xiitas culpam "grupos terroristas" sunitas de estarem portrás dos atentados contra os xiitas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.