Polícia encontra 80 mortos em 36 horas em Bagdá

A polícia do Iraque anunciou na sexta-feira ter encontrado mais de 80 cadáveres nas últimas 36 horas na capital, Bagdá, alguns deles apresentando sinais de tortura. Os corpos foram localizados em diversos bairros da cidade. Correspondentes no país dizem que a maioria das mortes são provavelmente resultado da violência sectária envolvendo muçulmanos xiitas e sunitas, enquanto alguns dos mortos podem ter sido vítimas de seqüestros realizados por criminosos comuns. No início do dia, militares americanos disseram que tinham matado 13 insurgentes durante um ataque na cidade de Mahmoudiya, ao sul de Bagdá. Antes, os Estados Unidos haviam anunciado a morte de mais sete soldados no Iraque.

Agencia Estado,

04 Novembro 2006 | 05h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.