Polícia enfrenta manifestantes em Kiev

Governo ordenou saída de ativistas pró-União Europeia de centro da capital da Ucrânia

O Estado de S. Paulo,

11 de dezembro de 2013 | 06h09

 

KIEV - Manifestantes e a tropa de choque da polícia se enfrentaram na manhã desta quarta-feira,11, na praça da Independência em Kiev, após uma noite marcada por confrontos. O objetivo da polícia é retomar a praça central da capital da Ucrânia, que foi ocupada pelos manifestantes há duas semanas.

Nesta terça-feira, data em que acabava o prazo do governo para que os manifestastes saíssem da praça, a polícia ucraniana removeu com a ajuda de tratores algumas barricadas e barracas instaladas no acampamento dos manifestantes.

Diante da ação policial, os manifestantes resistiram por horas. No início da manhã desta quarta-feira, quase sete horas após a intervenção policial ter começado, os cordões policiais ficaram quase imóveis, enquanto manifestantes resistiam.

Vários manifestantes e policiais ficaram feridos nos confrontos e ambulâncias foram vistas na praça. Mas a polícia parecia estar sob as ordens de se abster do uso de força excessiva, ao contrário das intervenções violentas das últimas semanas.

Os manifestantes protestam há semanas contra a decisão do presidente Viktor Yanukovych de adiar, no mês passado, a assinatura de um acordo com a União Europeia (UE) e intensificar os laços com Moscou. No domingo, centenas de milhares de manifestantes participaram de um ato pedindo a saída de Yanukovych. /AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.