Polícia faz busca do caso envolvendo herdeira da L'Oréal

A polícia francesa realizou hoje buscas em sete residências e escritórios, dentre eles o de um amigo da herdeira da L''Oréal, Liliane Bettencourt, que são parte de uma investigação que envolve o presidente Nicolas Sarkozy. A casa da empresária, no subúrbio parisiense de Neuilly-sur-Seine, teria sido um dos alvos da ação, mas a promotoria de Nanterre nega que a casa dela estivesse na lista.

Agência Estado

12 de julho de 2010 | 17h04

Policiais da unidade de crimes financeiros entraram no apartamento do fotógrafo Francois-Marie Banier, em Paris. A filha de Bettencourt acusa Banier de ganhar milhões se aproveitando da fragilidade da mãe. A promotoria não forneceu detalhes das outras buscas.

As ações da polícia aconteceram horas antes de Sarkozy aparecer na televisão para tentar neutralizar o escândalo sobre acusações de que Bettencourt fez doações ilegais para sua campanha de 2007.

O responsável pela arrecadação da campanha e atual ministro do Trabalho, Eric Woerth, teria recebido o dinheiro. Na televisão, Sarkozy apoiou Woerth e pediu uma investigação por conflito de interesse. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
herdeiraL'Oréalbuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.