Polícia francesa detém novo suposto líder do ETA

A ministra do Interior da França, Michele Alliot-Marie, informou hoje que a polícia francesa deteve o novo suposto líder do braço militar do grupo separatista Pátria Basca e Liberdade (ETA) e dois cúmplices. Segundo ela, as detenções ocorreram na cidade de Bagnéres-de-Bigorre e são um sinal do engajamento do governo francês em lutar contra o ETA.O escritório da ministra identificou um dos três suspeitos como "Balak", que acredita-se seja o novo líder do braço militar do ETA, após a detenção no mês passado de Mikel de Garikoitz Aspiazu, de codinome "txeroki". O ETA já matou mais de 825 pessoas desde 1968, em uma campanha para tornar independente o País Basco, no noroeste da Espanha e sudoeste da França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.