AFP PHOTO / PHILIPPE LOPEZ
AFP PHOTO / PHILIPPE LOPEZ

Polícia francesa remove acampamentos de imigrantes no norte de Paris

Centenas de pessoas provenientes de países do Leste da Europa, da África e do Oriente Médio foram retiradas da estrutura improvisada; prefeitura da capital francesa promete oferecer 'solução de alojamento' para todos

O Estado de S.Paulo

09 Maio 2017 | 09h43

PARIS - Centenas de imigrantes que tinham instalado em acampamentos no norte de Paris, que incluem eritreus, afegãos e sudaneses, além de ciganos do leste da Europa, foram desalojados nesta terça-feira, 9, pela polícia da capital francesa.

Cerca de 350 policiais são responsáveis por organizar a retirada dos imigrantes, ao lado de uma centena de agentes do governo e de pessoas de associações de ajuda aos imigrantes e refugiados, afirmou a prefeitura através de um comunicado.

De acordo com a "France Info", por volta das 8 horas (3 horas em Brasília), cerca de 460 pessoas já tinham sido tiradas dos acampamentos e levadas em ônibus para centros de acolhimentos espalhados pela região de Paris. 

A prefeitura, que insistiu em que se trata de um "acampamento ilegal que apresenta riscos importantes para a segurança e saúde dos ocupantes, bem como para os vizinhos", afirmou que vai propor a cada pessoa "uma solução de alojamento" na região e receberá "um diagnóstico social e médico".

Estes acampamentos estão localizados nas proximidades de um abrigo temporário humanitário de potenciais requerentes de asilo - em estado de saturação -, criado precisamente para tentar acabar com o fenômeno das instalações de imigrantes e refugiados nos dois últimos anos em diversos pontos de Paris. / EFE

Mais conteúdo sobre:
PARISEuropaBrasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.