Polícia ignorou ligação em que Breivik se rendia

O terrorista Anders Behring Breivik, que matou 77 pessoas na Noruega em julho, disse ontem que telefonou para a polícia para se render, mas ninguém atendeu o telefone e ele deixou um recado. "Disse para me ligarem de volta. Decidi continuar matando até que meu telefone tocasse", afirmou Breivik durante o julgamento.

O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.