Polícia indiana abre fogo contra hindus e muçulmanos

A polícia disparou para dispersar centenas de hindus e muçulmanos que atiraram pedras e incendiaram lojas e casas na cidade de Ahmadabad no Estado de Gujarat, no oeste da Índia, onde 863 pessoas já morreram nos últimos dois meses devido à violência religiosa. Duas pessoas foram feridas a bala e outras 11 foram detidas para questionamentos. De acordo com a agência de notícias indiana PTI o exército foi convocado para auxiliar a polícia. O incidente ocorreu um dia depois que policiais detiveram 25 pessoas na cidade de Bhavnagar, a 175 quilômetros ao sul de Ahmadabad, onde hindus apedrejaram uma mesquita depois que muçulmanos atacaram um menino hindu de 15 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.